Em Florença, festejamos o ano novo duas vezes: não apenas em 1º de janeiro, mas também em 25 de março. Saiba porque o ano novo florentino é comemorado também no mês de março.

Três, dois, um. Feliz Ano Novo, apesar de estarmos em março, porque em Florença celebramos duas vezes a chegada do ano. A cidade de Florença tem o seu próprio início do ano, que está longe do convencional, no dia 25 de março desde os tempos antigos. A celebração do ano o novo florentino é uma festa que sobrevive hoje graças ao desfile em trajes históricos no centro.

A origem da festa

Vamos dar um passo atrás. A questão é a maneira em que a passagem do tempo era calculada ou melhor, a data escolhida para o início do ano em Florença.

Bem, desde da Idade Média, o princípio do calendário civil florentino foi fixado em 25 de março, dia em que a Igreja celebra o anúncio da encarnação recebida pela Virgem Maria. Não surpreendentemente, a data cai exatamente nove meses antes do Natal. Florença é uma cidade que sempre foi muito ligada ao culto mariano, tanto que na cidade foi fundada a ordem religiosa Os Servos de Maria. Assim, a Anunciação do anjo Gabriel, para os florentinos, era uma festa religiosa e cívil.

Era uma festa muito importante para os florentinos, tanto é que quando o calendário gregoriano entrou em vigor em 1582, Florença continuou a contar os anos à sua maneira.

O calendário florentino continuou até o decreto do grão-duque Francisco III de Lorena que em 1749 decidiu iniciar o ano em 1º de janeiro. Assim resolveu de uma vez por todas a grande “confusão de datas” que existia na Toscana, em conformidade com o sistema usado na época em grande parte da Europa. A mudança do calendário foi considerada única, porque minou uma tradição centenária amada pelos florentinos. Assim, Giovanni Lami ditou o texto para uma placa comemorativa (ainda visível) que foi colocada sob a Loggia dei Lanzi na Piazza della Signoria.

Imagem milagrosa da Anunciação na Basílica Santissima Annunziata em Florença. Ano novo florentino.
Imagem milagrosa da Anunciação na Basílica Santissima Annunziata em Florença

O evento ainda hoje é lembrado com uma procissão histórica que, a partir do Palagio di Parte Guelfa, se desenvolve ao longo das ruas da cidade, até a Basílica della SS. Annunziata. Desde da Idade Média, as pessoas que moravam no campo, fora da muralha floretina, iam em procissão até a SS. Annunziata para venerar a imagem milagrosa da Virgem Maria. Segundo a tradição, o rosto de Maria foi pintada pelas mãos de um anjo.

Inauguração da Fonte de Netuno

O “Biancone”, como é chamado pelos florentinos, retorna ao seu esplendor. A longa restauração da Fontana del Nettuno, na Piazza della Signoria, um dos símbolos do centro de Florença, foi de fato concluída.

Na segunda-feira, 25 de março, por ocasião do ano novo florentino, os últimos obstáculos serão removidos e o “Biancone”, obra do escultor Amannati será devolvido à cidade com uma grande festa.

Para a inauguração, o Teatro del Maggio Musicale Fiorentino irá propor, a partir das 20h30, o espetáculo gratuito “E nel marmo e nel bronzo mise acqua e fuoco”, para contar a história da fonte com projeções, música e acrobacias de circo.

Durante a noite, o prefeito Dario Nardella estará presente e você poderá admirar os novos jogos de água da fonte.

Achou este artigo interessante?
Compartilhe em sua rede de contatos do Twitter, no seu mural do Facebook ou simplesmente pressione “+1” para sugerir esse resultado nas pesquisas do Google. Compartilhar o conteúdo que você considera relevante ajuda esse blog a crescer. Grazie!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *