Hoje, 26 de julho se comemora o dia dos avós e a igreja católica celebra Sant’Ana, mãe de Maria e portanto, avó de Jesus. Se perguntarmos aos florentinos quem é o padroeiro de Florença, sem sombra de dúvida, todos responderão São João Batista. Porém, poucos sabem que a mãe de Maria, junto com Santa Reparata, é uma das co-padroeiras da cidade. Dessa forma, dedicamos artigo de hoje, Sant’Ana protetora de Florença à todas as avós do mundo.

Gualtieri di Brienne, o duque de Atenas

Stefano Ussi, A expulsão do Duque de Atenas - 1860. Firenze, Galleria d’Arte moderna di Palazzo Pitti
Stefano Ussi, A expulsão do Duque de Atenas – 1860 – Galleria d’Arte moderna di Palazzo Pitti

Sant’Ana foi eleita protetora de Florença em 1343, no dia 26 de julho. De fato, na data na qual a igreja Católica celebra Sant’Ana, os florentinos conseguiram se livrar do “estrangeiro” Gualtieri di Brienne, duque de Atenas. Para mediar as facções políticas e os nobres florentinos que lutavam pelo poder da cidade, Gualtieri di Briene foi chamado para governar Florença. Porém, em pouco tempo, Gualtieri se transformou em um grande ditador (há controvérsias!). Com grande fervor popular o duque foi expulso e a cidade de Florença pôs fim a tirania do governo estrangeiro. Assim, Sant’Ana se transformou no símbolo de liberdade.

A igreja de Orsamichele

Detalhe do teto de Orsamichele: Sant’Ana que abraça a cidade de Florença

Na igreja de Orsanmichele, a poucos passos da Piazza della Signoria, Florença decidiu homenagear a sua santa protetora. Assim, no teto do altar a esquerda, dedicado a Sant’Ana foi no século XIV feito um afresco de Mariotto di Nardo com uma curiosa iconografia, onde Sant’Ana abraça a cidade de Florença.

A igreja de Orsanmichele é simbolicamente um edifício único pois durante muito tempo funcionou como igreja e celeiro da cidade. De fato, antes de ser uma igreja, Orsanmiichele era o mercado de grãos, o andar superior funcionava como depósito.

Altar de Sant’Ana – Orsamichele

Em 1522 as autoridades da cidade encomendaram a escultura de Sant’Ana, Maria e o Menino Jesus, colocada, obra de Francesco da San Gallo.

Todos os anos, no dia 26 de Julho, a cidade de Florença homenageia Sant’Ana. Um cortejo da Republica Florentina desfila pelas principais praças da cidade, até a igreja de Orsanmichele.

Categorias: Florença

Cristiane de Oliveira

Brasileira do Rio de Janeiro, vive em Florença ha 12 anos. Apaixonada por arte, historia e bons vinhos. Guia de turismo e sommelier na Toscana.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *