Mattias de’ Medici é o terceiro filho do Grão-duque Cosimo II e Maria Maddalena da Áustria. Mattias é recordado principalmente pelo sucesso da vida militar, trazendo prestígio para a família Medici. Durante o governo de Ferdinando II (1610-1670), Mattias foi o chefe militar de todo o exército da Toscana.

Breve biografia

Justus Sustermans - Mattias de' Medici
Justus Sustermans – Mattias de’ Medici

Mattias de’ Medici nasceu no Palazzo Pitti em Florença no dia 09 de maio de 1613. Todos pensavam que o seu destino era a vida eclesiástica para satisfazer a vontade da sua mãe, mas quando completou 15 anos, largou a batina e deixou-se levar pelo seu caráter aventureiro, amante dos prazeres da vida, além de um grande interesse pela vida artística e científica.

Participou ativamente da Guerra dos 30 anos no período de 1632 e 1639, combatendo com o exército de Gustavo Adolfo, Rei da Suécia, contra a Liga Católica da Germânia. Recebeu do grão-duque Ferdinando II, seu irmão, o cargo de governador de Siena. Se estabeleceu no Palazzo Reale, localizado na Piazza Duomo, em Siena. Mattias foi muito amado pelos seneses ao ponto de no momento da sua morte, foi pedido que parte do seu corpo fosse tumulado na igreja da Madonna di Provenzano em Siena.

Mais tarde, em 1643, o Grão-Duque da Toscana entrou em guerra juntamente com Odoardo Farnese, duque de Parma contra o governo pontifício e Mattias guiou o exército toscano que invadiu o Estado Pontifício levando a vitória para a Città di Castello. Em 1656, quando a peste ameaçava a Toscana, Mattias organizou uma formação de uma barreira sanitária que deu ótimos resultados.

Justus Sustermans - Mattias de' Medici
Justus Sustermans – Mattias de’ Medici

Mattias de’Medici possuia um carater jovial, seus passatempos preferidos eram a caça, corridas de cavalos e viagens. De fato, ele visitou muitas cidades italianas, francesas e germânicas. Apaixonado por música em 1642 teve a sua disposição toda uma orquestra. Em Siena fundou uma academia onde os nobres se encontravam para discutirem fatos históricos, científicos e também para escutarem música e poesia.

Na arte favoreceu as atividades dos pintores Livio Mehus, Volterrano e de Salvator Rosa. Em 1644 Mattias recebeu como presente do irmão Ferdinando II a Villa di Lappeggi. Mattias de’Medici nunca se casou e morreu aos 54 anos no dia 11 de outubro de 1667

Justus Sustermans, Mattias de' Medici
Justus Sustermans, Mattias de’ Medici

Mattias de’Medici exprime o sucesso militar dos Medicis, e a sua formação cultural consentiu de enriquecer a coleção científica da Galleria degli Uffizi. De fato, em 1654, os instrumentos científicos de Mattias (astrolábios, quadrantes, compassos, instrumentos topograficos) foram depositados na Galleria degli Uffizi.

Os marfins do Museu do Tesouro do Grão-Duque

Devemos a Mattias de’Medici a importante coleção de 26 vasos de marfim que hoje fazem parte do Museu do Tesouro do Grão-Duque no Palazzo Pitti. A coleção é fruto de um prêmio de guerra, recebido por Mattias durante o saque de Coburgo, acontecido no dia 28 de setembro de 1632.


Cristiane de Oliveira

Brasileira do Rio de Janeiro, vive em Florença ha 12 anos. Apaixonada por arte, historia e bons vinhos. Guia de turismo e sommelier na Toscana.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *