Hoje, 01 de Abril de 2022, os italianos amanheceram mais perto de uma vida normal, desde do início da pandemia Covid-19 – não é primeiro de abril não!

Ontem foi o último dia do Estado de Emergência devido a covid-19 e a partir de hoje, muitas restrições foram abolidas, mas o uso de máscaras em locais fechados será necessário até o final deste mês e em alguns locais ainda será obrigatório a apresentação do Green Pass (Certificado de vacinação).

Mas o que muda a partir de hoje?

Obrigação de usar máscara

Permanece até 30 de abril de 2022 em todos os locais fechados (a Ffp2 é obrigatório nos teleféricos, transporte público, inclusive avião), nas escolas até ao final do ano letivo.

Bares e restaurantes

Green Pass básico obrigatório, até 30 de abril, para consumir dentro de bares e restaurantes. A obrigatoriedade do Green foi abolida, a partir de 1 de abril, para consumir sentado em mesas ao ar livre. O Green Pass básico é obtido com vacinação ou teste negativo.

Hotéis

A partir de 1º de abril, o Green Pass não é mais necessário.

Festas e recepções


Quando organizados em instalações fechadas, é obrigatório o acesso com Green Pass reforçado (com três doses de vacinas).

Cinemas e teatros

De 1 a 30 de abril, em locais fechado, será necessário usar a máscara Ffp2 e mostrar o Green Pass reforçado. Se ao ar livre, o Green Pass básico é suficiente, porém a máscara Ffp2 é obrigatória.

Discotecas

Lotação total com Green Pass obrigatório e máscara cirúrgica.

Transporte público

Para o transporte a longa distância (exemplo de Florença a Roma), de 1 a 30 de abril é obrigatório o uso do Green Pass básico e uso da máscara Ffp2. Para transporte local (dentro da cidade), até 30 de abril, uso obrigatório da máscara Ffp2, sem obrigatoriedade de apresentar o Green Pass.

Lojas, centros comerciais, museus, repartições públicas, bancos

A partir de 1 de abril deixa de ser obrigatória a apresentação do Green Pass, mas durante todo o mês de abril será necessário o uso da máscara cirúrgica.

Categorias: Itália

Cristiane de Oliveira

Brasileira do Rio de Janeiro, vive em Florença ha 12 anos. Apaixonada por arte, historia e bons vinhos. Guia de turismo e sommelier na Toscana.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.