Sassicaia é um vinho que não precisa de apresentação, pois é o vinho italiano mais famoso do mundo, símbolo da excelência da vinicultura italiana. Produzido pelo Marquês Incisa della Rocchetta di Bolgheri na propriedade de San Guido, foi o primeiro Super Toscano.

História do Vinho Sassicaia

Anos 20 do século XX. Mario Incisa della Rocchetta, estudante em Pisa, tinha um sonho em sua gaveta: ele aspirava criar um vinho de raça. Seu ideal, compartilhado pela aristocracia da época, era encarnado pelos vinhos de Bordeaux. Até então, ninguém sequer imaginava remotamente ser capaz de fazer um vinho “Bordeaux” na Maremma (litoral da Toscana), uma área totalmente desconhecida em termos de vinho.

Em vez disso, Mario Incisa della Rocchetta decidiu plantar uvas Cabernet na Tenuta San Guido, principalmente porque o território tinha muitas semelhanças com aquele de Bordeaux. O Marquês teve muita coragem em investir em uvas francesas, afinal na Toscana a rainha das uvas é o sangiovese.

O nome do vinho, Sassicaia, diz muito do seu território de produção. Sassicaia, significa terreno pedregoso, sassoso. Sassi em italiano, quer dizer pedras.

A Tenuta San Guido

A Tenuta recebe o nome em homenagem a São Guido della Gherardesca que viveu no século XIII. É localizada na Costa Etrusca entre Livorno e Grosseto, na Toscana na comune de Castagneto Carducci, Bolgheri.

A Tenuta do Marquês Niccolò, filho de Mario Incisa, se estende do mar Tirreno até as colinas atrás do Castigliocello di Bolgheri. Um terço do território é composto por bosque e o restante é dividido entre um centro de criação de cavalos puro-sangue da raça “Dormelllo-Olgiata”, (uma grande paixão do Marquês Mario Incisa), o Oasis di Bolgheri e terrenos cultivados (86 hectare de vinhas e o restante de cultivação extensiva local).

A propriedade além do Sassicaia também produz um segundo vinho, Guidalberto, e um terceiro vinho, Le Difese.

A primeira safra do vinho Guidalberto foi a do ano 2000. Inspirado no seu antepassado Guidalberto della Gherardesca, que viveu em Bolgheri no início do século XIX, ele foi pioneiro da agricultura moderna e é famoso por plantar a famosa Avenida do Ciprestes tão querida por Carducci.

O vinho Guidalberto é produzido com 60% de Cabernet S. e 40% de Merlot. É envelhecido por 15 meses em barricas e 03 meses em garrafa. A Tenuta produz cerca de 250.000 garrafas por ano. A graduação alcoólica é de 13.5%.

O terceiro vinho, Le Difese (cuja primeira safra é 2002), é jovem e macio, extremamente agradável. Ele é produzido com 70% de Cabernet S. e 30% de Sangiovese. A graduação alcoólica é de 13.5%. A produção é de 300.000 garrafas.

Nasce o mito Sassicaia

De 1948 a 1967, Sassicaia permaneceu um vinho de domínio estritamente privado, bebido apenas na propriedade. Todos os anos, poucos casos eram envelhecidos na adega de Castiglioncello. Somente mais tarde, o Marquês se deu conta que o vinho melhorava com o passar do tempo. Foi assim que, com o incentivo de amigos e parentes, Mario Incisa começou a aperfeiçoar seu estilo inovador de vinificação, revolucionário para aquela área. A safra de 1968 foi a primeira a entrar no mercado.

Posteriormente, a adega foi transferida para locais capazes de manter uma temperatura controlada, foram introduzidas cubas de aço para fermentação em substituição as de madeiras e barricas francesas para melhorar o envelhecimento.

A consagração internacional chegou em Londres, durante uma degustação de amostras anônimas organizadas por Hugh Johnson: Sassicaia 1972, entra em campo entre os melhores Cabernet Sauvignons do mundo. A construção do mito havia começado.

Bolgheri Sassicaia DOC

Outro passo importante ocorreu no final de 2013, com o destacamento da DOC (Denominação de Origem Controlada) de Bolgheri, tornando-se um DOC independente. O Sassicaia é uma aventura que começou como um vinho de mesa “simples” e terminou com o Bolgheri Sassicaia DOC. O Sassicaia é o único vinho italiano que possui uma DOC própria.

Área de produção

A área de produção do Bolgheri Sassicaia DOP inclui parte do território do município de Castagneto Carducci, na província de Livorno, na região da Toscana.

Uvas

Vermelha: Cabernet Sauvignon, no mínimo, 80%. É permitido a adição de uvas de baga de cor similar de outras vinhas adequadas para o cultivo na região da Toscana, até um máximo de 20%. Atualmente o Sassicaia é produzido com 85% de Cabernet Sauvgnon e 15% de Cabernet Franc e possui uma graduação alcoólica de 14 graus.

Envelhecimento

O Bolgheri Sassicaia DOP não pode ser liberado para consumo antes de ser submetido a um período de envelhecimento de pelo menos 2 anos a partir de 1º de janeiro do ano seguinte à vindímia dos quais pelo menos 18 meses em barricas de carvalho francês com uma capacidade não superior a 225 litros.

Tim-tim!


Cristiane de Oliveira

Brasileira do Rio de Janeiro, vive em Florença ha 12 anos. Apaixonada por arte, historia e bons vinhos. Guia de turismo e sommelier na Toscana.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *