Siena é uma das cidades mais fascinantes da Itália. Os visitantes mais atentos encontrarão muito mais do que a Piazza del Campo e o Duomo de Santa Maria Assunta. No artigo hoje, sugerimos 10 motivos para amar e visitar Siena.

Nesta cidade as pedras, as ruelas, becos estreitos e os grandes palácios falam e podem nos revelar muita história e muitos segredos que ficaram escondidos no tempo. Melhor ainda conhecer Siena com um tour guiado por um guia credenciado.

10 atrações imperdíveis de Siena

01) Piazza del Campo

Começamos pelo coração da cidade, uma das praças mais bonitas da Itália: Piazza del Campo. A praça é um dos mais importantes ambientes urbanos medievais de toda a Itália. A história de Siena é profundamente ligada a história da Piazza del Campo, ou como dizem os sieneses, “Il Campo”. Símbolo da cidade, aqui os sieneses organizavam os espetáculos, jogos, torneios e principalmente a famosa corrida de cavalos, o Palio que ainda hoje acontece duas vezes por ano.

02) Palazzo Pubblico e a Torre del Mangia

Palazzo Pubblico Siena

Na Piazza del Campo encontramos o Palazzo Pubblico, sede da comuna e Museu Cívico. O imponente edifício é um dos maiores exemplos da arquitetura gótica civil no mundo e hospeda importantes obras de arte, como os afrescos do Buono e Cattivo Governo (Bom e Mau Governo) de Ambrogio Lorenzetti e a Maestá (Majestade) de Simone Martini.

É imperdível também subir os 400 degraus da torre do palácio, conhecida como a Torre del Mangia. Do seu cume, você poderá admirar uma das vistas mais bonitas da cidade.

03) Palazzo Piccolomini

Museu Biccherne – Siena

Localizado na rua Banchi di Sotto, era o principal palácio residencial da importante família Piccolomini. Foi edificado em estilo renascentista florentino, provavelmente utilizando os desenhos do arquiteto Bernardo Rossellino. Atualmente o palácio é sede do arquivo do Estado e do museu das Tavolette di Biccherna.

As Tavolette di Biccherna são, ou pelo menos eram no início de sua história, as capas dos registros da administração da mais antiga e importante magistratura financeira de Siena, que era chamada de Biccherna. Nas capas desses registros, os oficiais de Biccherna, iniciaram a partir da metade do século XIII, a pintar verdadeiras obras de artes. Em seguida, outras magistraturas de Siena, iniciaram também a decorar as capas dos registros administrativos e contábeis com obras de artes.

O museu é aberto geralmente de segunda à sábado com visitas programadas nos seguintes horários:10h, 11h e 12h.

Os visitantes são acompanhados durante a visita por funcionários do museu que fecha às 13h. A entrada é gratuita. É recomendando reservar a visita com um pouco de antecedência.

Endereço: Rua Banchi di Sotto, 52 – Siena;

Telefone: +39 0577 247145;

E-mail: as-si@beniculturali.it

04) Museus das Contradas

Museu da Contrada da Coruja – Siena

Siena não é Siena, sem o Palio, a famosa corrida dos cavalos que é realizada duas vezes por ano na Piazza del Campo. Trata-se da tradição mais querida pelos sieneses que, de fato, vivem o Palio durante os 365 dias do ano. Para começar a entender seu verdadeiro significado, uma boa ideia seria visitar o museu de uma das dezessete Contradas. 

05) O Complexo do Duomo

Duomo de Siena

O Duomo de Siena é uma das mais belas catedrais do cristianismo e contém no seu acervo tesouros artísticos de mestres como Nicola Pisano, Michelangelo, Donatello e Bernini. Você também poderá admirar a Biblioteca Piccolomini, obra-prima de Pinturicchio.

Durante a visita no Batistério de San Giovanni não deixe de admirar a esplêndida Fonte Batismal, uma das mais altas expressões da escultura renascentista. Na Cripta é possível admirar um grandioso ciclo pictórico do final do século XIII.

Aproveite a visita no Museu da Ópera para desfrutar de alguns dos tesouros imperdíveis da arte italiana, incluindo a Maestà di Duccio di Buoninsegna. Não deixe de subir até o terraço panorâmico da fachada, onde você encontrará a vista mais fascinante e inesquecível da cidade e da paisagem toscana.

Para informações sobre horários, dias de abertura e preços dos bilhetes de ingressos, acesse o site oficial da Opera del Duomo.

06) Santa Maria della Scala

Santa Maria della Scala

Localizada em frente a Catedral, o complexo de Santa Maria della Scala surge como um hospital medieval e absorve durante séculos múltiplas funções ligadas ao acolhimento de viajantes, peregrinos, doentes, crianças abandonadas, entre outros.

Hoje, Santa Maria della Scala é um museu onde é possível percorrer a história arquitetônica, artística, social, política e econômica de Siena.

Recentemente renovado graças ao financiamento da região Toscana, o Ostello, localizado ao lado do museu, pode hospedar até vinte e cinco peregrinos nos antigos espaços destinados ao abrigo de crianças abandonadas. Informações e reservas, acesse o site oficial.

07) Basílica de San Domenico

Basilica de San Domenico – Siena

A imponente Basílica de estilo gótico foi iniciada em 1226 e completada em 1465. Foi renovada em 1531 por causa de um grande incêndio. Hoje a Basílica é um importante centro de peregrinação para os devotos de Santa Catarina de Siena.

Com majestosa simplicidade, o seu interior conserva diversas obras importantes, como o tabernáculo de mármore de Giovanni da Stefano com a relíquia (cabeça) de Santa Catarina de Siena. A relíquia foi trazida de Roma pelo Beato Raimondo da Capua. A igreja conserva também um importante ciclo de pinturas com passagens da vida da Santa realizada pelo pintor Il Sodoma.

Entrada gratuita. É proibido fotografar o interior da igreja

09) Santuário de Santa Catarina de Siena

Santuário Santa Catarina de Siena

Essa visita lhe permitirá entrar na intimidade de Catarina, explorando os vários ambientes que irá lhe ajudar a entender as origens e a formação da Santa. A casa natal de Santa Catarina foi enriquecida ao longo dos séculos e foi transformada em um verdadeiro santuário.

A entrada é gratuita e no seu interior é possível admirar diversos afrescos que representam momentos da vida da Santa. No andar inferior, é possível admirar um pequeno cômodo onde era usado por Catarina para repousar-se.

09) Pinacoteca Nazionale

A Pinacoteca Nazionale é o museu estatal mais importante da cidade. Três andares traçam a evolução da pintura de Siena do século XIII ao XVIII.

Faz parte do acervo do museu as obras de Domenico Beccafumi e Giovanni Antonio Bazzi, conhecido como “Il Sodoma”, sem dúvida os dois maiores intérpretes da pintura de Siena da primeira metade do século XVI. Juntamente com estes, encontramos várias obras-primas do final dos anos 1500 e 1600. O museu conserva também obras de Duccio di Buoninsegna, Ambrogio Lorenzetti e Simone Martini.

10) Igreja de San Francesco e o milagre eucarístico

Igreja de San Francesco

Passeando em direção à igreja de San Francesco, você poderá apreciar um dos bairros menos frequentados por turistas, mas também um dos mais característicos de Siena. A bela basílica com vista para a cidade merece uma visita, tanto pelas pinturas de Ambrogio quanto de Pietro Lorenzetti, mas também por causa do milagre eucarístico. A igreja preserva ainda hoje as Óstias Sagradas que foram roubadas em 1730, depois encontradas e preservadas, milagrosamente intactas.

Depois das nossas dicas das 10 atrações imperdíveis em Siena com os principais locais de interesse, você não pode ir embora sem ter comido em uma das tratorias típicas da cidade, lugares para saborear os pratos tradicionais da Toscana e seus melhores vinhos.

Bom passeio!


Cristiane de Oliveira

Brasileira do Rio de Janeiro, vive em Florença ha 12 anos. Apaixonada por arte, historia e bons vinhos. Guia de turismo e sommelier na Toscana.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.