No artigo de hoje vamos conhecer um pouco do Val d’Orcia, patrimônio natural da Unesco. O Val d’Orcia (vale do rio Orcia) é localizado na província de Siena e é conhecido principalmente pelas paisagens de sonhos, típicas dos cartões postais da Toscana e pela sua excelente gastronomia.

Paisagem tipica do Val d’Orcia

O Val d’Orcia, patrimônio natural da Unesco: uma paisagem modelada pelo homem

Colinas suaves cobertas por vegetação densa de vinhedos, olivais, ciprestes e castanheiras, interrompidas por antigos burgos medievais, casas rurais e fortalezas com torres impenetráveis que se dispersam na natureza isolada e pacífica: esse é o cenário que apresenta-se aos olhos do visitante do Val d’Orcia, um cenário evocativo, tal como retratado pelos mestres da pintura da escola de Siena.

Em 2004, o Val d’Orcia (Vale do rio Orcia) foi inscrito na UNESCO como uma área de patrimônio natural  da humanidade, com as seguintes razões: o Val d’Orcia é um excelente exemplo de como a paisagem natural foi redesenhada durante o período da Renascença para refletir os ideais de boa governança (Buon Governo) e criar uma imagem esteticamente agradável.

A paisagem do Val d’Orcia foi celebrada pelos pintores de Siena, que floresceram durante o Renascimento. As imagens do Val d’Orcia e, em particular, as reproduções de suas paisagens, nas quais as pessoas representadas vivem em harmonia com a natureza, tornaram-se ícones do Renascimento e influenciaram profundamente a maneira de pensar a paisagem nos anos seguintes.

efeitos-do-bom-governo-lorenzetti

Efeitos do Buon Governo – Ambrogio Lorenzetti – Palazzo Pubblico de Siena

O ciclo de afrescos de Ambrogio Lorenzetti “Alegoria e Efeitos do Bom e Mau Governo” (1338-1339), preservado no Palazzo Pubblico de Siena, é um exemplo perfeito da paisagem do Val d’Orcia. São obras de arte capazes de ir além do valor artístico para transcender a arquitetura, o meio ambiente e o social.

A origem do nome Orcia

Mesmo com alguma incerteza etimológica, podemos chegar ao nome etrusco urk  (Latin orca, orceus), que significa “orcio”, no sentido de córrego, torrente, riacho pequeno. Orcia é o rio que surge perto do Monte Cetona e atravessa o vale, caracterizando-o, portanto, não só morfologicamente, mas também dando-lhe o topônimo.

As cidades do Val d’Orcia

O Val d’Orcia visto de Montalcino

Fazem parte do Val d’Orcia os seguintes municípios, todos na província de Siena: Castiglione d’Orcia, Montalcino, Pienza, Radicofani e San Quirico d’Orcia. Seu território consiste principalmente em uma paisagem montanhosa com formas suaves e vales levemente acentuados. O curso do rio Orcia atravessa o vale. O elemento dominante da paisagem é constituído por fenômenos de erosão, que freqüentemente revelam o substrato de argila de cor clara.

Todos os municípios do Val d’Orcia, além da paisagem, também são interessantes do ponto de vista histórico-artístico, apresentando destaques arquitetônicos da Idade Média (século XI-XIV) e Renascentista (séculos XV-XVI).

As cidades mais importantes do Val d’Orcia são: em San Quirico d’Orcia (Colegiada, Palazzo Chigi e Horti Leonini); em Pienza (a Catedral, a Igreja de S. Francesco, a Pieve di Corsignano, os palácios Ammannati, Piccolomini e Vescovile); em Montalcino (a Rocca, o Palazzo Comunale, a Igreja de S. Agostino); em Castiglione d’Orcia (a Rocca degli Aldobrandeschi); em Radicofani (a Rocca e a muralha Medicea).

Entre as pequenas aldeias espalhadas no Val d’Orcia são:  Monticchiello, Corsignano, Castelluccio e Spedaletto, no município de Pienza; Rocca d’Orcia, Campiglia d’Orcia, Ripa d’Orcia e Vivo d’Orcia, na cidade de Castiglione d’Orcia; Bagno Vignoni no município de San Quirico d’Orcia; Castelnuovo dell’Abate no município de Montalcino.

Abbazia di Sant' Antimo - Montalcino

Abbazia di Sant Antimo – Montalcino

De grande interesse são também os testemunhos da arquitetura religiosa espalhados no vale, como o mosteiro camaldulense de San Piero in Campo; o Mosteiro Olivetano de Sant’Anna em Camprena; e  a mais bela obra religiosa de todo o Val d’Orcia: a maravilhosa Abadia de Sant’Antimo, na comuna de Montalcino.

Desejas conhecer as cidades e degustar os melhor vinhos do Val d’Orcia? Fale conosco e reserve já o seu wine tour na Toscana  com guia de turismo brasileira.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *