Giovanni o Popolano foi o segundo filho de Pier Francesco o Velho e possui a fama de ser um dos florentinos mais bonitos do seu tempo.

Tinha 11 anos de idade quando ocorreu a conspiração dos Pazzi e durante toda a sua juventude viveu na corte de Lorenzo o Magnifico, seu primo. Quando completou 19 anos de idade, noivou com a filha de Lorenzo o Magnifico, mas infelizmente a moça faleceu antes do matrimônio.

Quando O Magnífico morreu em 1492, Giovanni tinha 25 anos de idade, e no ano seguinte ele foi para Mantova, para participar do batismo da filha de Isabella d’Este.

Giovanni e o seu irmão Lorenzo o Popolano, tiveram uma participação importante no processo que levou o ramo principal dos Medici para o exílio. E assim, Giovanni foi para a França a serviço do rei Carlos VIII. Em 1496 retornou a Florença e foi enviado como embaixador da República Florentina na corte da potente Catarina Sforza, condessa de Forlí.

Giovanni o Popolano e Cataria Sforza

Em Forlí, Giovanni logo adquiriu grande popularidade e a condessa logo demonstrou interesse em esposar o jovem e belo embaixador florentino. Catarina era viúva pela terceira vez e a sua condição política, praticamente obrigava a condessa se esposar novamente. Muitas pessoas achavam incrível que uma mulher assim tão importante desejasse esposar um homem que possuía uma condição inferior a dela, pois Giovanni era apenas um simples cidadão, não possuía nenhum sangue azul.

É verdade que Lorenzo o Magnífico tinha conseguido muitas glórias e reconhecimentos para a família Medici, mas após a sua morte e o exílio do ramo principal, toda a importância dos Medici estava próxima de zero. Naquela época, o futuro Papa Leão X, era apenas um cardeal que viajava pela Europa e ninguém poderia imaginar no esplendor que a família mais tarde alcançaria.

No entanto, as atrações pessoais de Giovanni prevaleceram e em 1497, com grande despeito de Milão e Veneza, Catarina Sforza, Condessa de Forlí e Imola, esposou Giovanni de’Medici, chamado em Florença de Giovanni o Popolano.

Gian Paolo Pace detto l’Olmo Retrato de Giovanni delle Bande Nere, 1545

Giovanni sobreviveu pouco mais de um ano após o seu matrimônio. Em 1498, enquanto acompanhava o seu enteado Ottaviano Riario em Pisa, ficou doente. Ele morreu em 14 de setembro de 1498, com 31 anos de idade. Ele deixou um filho de 5 meses de idade, que mais tarde seria conhecido como Giovanni delle Bande Nere. Todos os Medici que virão daqui para frente, serão descendentes de Giovanni o Popolano e Catarina Sforza.


Cristiane de Oliveira

Brasileira do Rio de Janeiro, vive em Florença ha 12 anos. Apaixonada por arte, historia e bons vinhos. Guia de turismo e sommelier na Toscana.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.