É a primeira vez que você irá visitar Florença? As malas estão prontas, as passagens já foram compradas e o hotel reservado. Você não sabe o que ver e nem como explorar os tesouros de Florença? Nós preparamos 10 motivos para visitar ( e amar) Florença.

Temos certeza que você irá se apaixonar pela história dessa cidade que foi o berço do Renascimento italiano, pátria de personagens ilustres, como Michelangelo, Leonardo da Vinci, Giotto, Donatello, Américo Vespucci, Maquiavel, Brunelleschi, Botticelli, entre outros.

Visitar Florença é um mergulho no passado, é voltar atrás no tempo. Na capital da Toscana, é fácil fechar os olhos e imaginar os grandes mestres do Renascimento e da literatura mundial passeando pelas ruas estreitas da cidade.

10 motivos para visitar (e amar) Florença

01) Piazza Duomo: Catedral, Cúpola de Brunelleschi, Torre de Giotto e Batistério de San Giovanni

Tour do Duomo com guia brasileira de Florença
Piazza Duomo

A cúpula de Brunelleschi domina Florença e, até hoje, não há construção maior em toda a cidade. A torre do sino foi projetada por Giotto, apesar dele não ter visto a obra concluida. O Batistério é um dos edifícios mais antigos de Florença e é dedicado a São João Batista, padroeiro da cidade; Com suas portas magníficas, é uma verdadeira Bíblia feita de imagens. O Duomo com sua fachada de mármore branco, vermelho e verde chama a atenção. Não existe um complexo de construção tão extraordinário em qualquer outro lugar do mundo. Estamos no coração de Florença, em frente a Catedral Santa Maria del Fiore, que todos chamam de Duomo e que foi construida em 1296.

  1. Piazza della Signoria
Tour Palazzo Vecchio com guia Brasileira
Palazzo Vecchio – Piazza della Signoria, Florença

É a praça central de Florença, construida em forma de L e dominada pelo Palazzo Vecchio (Palácio Velho), construido no final do século XIII para abrigar o governo da cidade. A praça é um verdadeiro museu a céu aberto, e em frente ao Palazzo Vecchio é possível admirar belissimas esculturas (algumas cópias e outras originais) que representam acima de tudo o poder político da cidade.

A Loggia della Signoria ( também chamada de Loggia dei Lanzi), foi construida no século XIV e hoje abriga esculturas romanas antigas, maneiristas e neoclassicas.

  1. Ponte Vecchio (Ponte Velha)
Ponte Vecchio Florença
Ponte Vecchio

Outro símbolo de Florença: a Ponte Vecchio. Inconfundível! A cidade é atravessada pelo rio Arno e os 3 arcos da ponte ligam as duas margens.

Aqui você encontrará muitas joalherias feitas a partir do fechamento dos porticados pré-existentes. Não se tem a impressão de estar em uma ponte, mas parece que é a continuação de uma rua. Por cima da Ponte Vecchio, passa o Corredor Vasariano, construído por vontade de Cosimo I dos Médicis para unir a sede do governo, Palazzo Vecchio, à residêcia dos Médicis, o Palazzo Pitti.

  1. Basílica de Santa Maria Novella
Santa Maria Novella

É uma das igrejas mais bonitas de Florença, tanto que era chamada por Michelangelo de “Minha Esposa”. Quartel general da Ordem dos Dominicanos, no seu interior é possível admirar diversas obras de arte, como o Crucifixo de Giotto, a Trinità de Massacio, os afrescos de Ghirlandaio no altar principal e afrescos de Fillipino Lippi. Não deixe de visitar o Museu de Santa Maria Novella e a Farmácia Santa Maria Novella.

  1. Basílica de Santa Croce
Visita guiada na Basílica de Santa Croce em Florença
Basílica de Santa Croce

Santa Croce é a mais importante igreja franciscana de Florença. Simples, mas imponente, a Basilica de Santa Croce é conhecida como o “Tempio dell’ Italie Glorie” (Templo das Glórias Italianas) por causa dos túmulos de personagens ilustres que se encontram no seu interior. Alí repousam Michelangelo, Galileu, Maquiavel, Rossini, Ugo Foscali, entre outros. Importante também o ciclo de afrescos feito por Giotto e seus seguidores, o crucifixo de Cimabue e as obras de Donatello.

  1. Galleria degli Uffizi

É o principal museu de Florença onde é possível admirar as obras dos grandes mestres italianos: Michelangelo, Leonardo da Vinci, Paolo Uccello, Botticelli, Giotto, Rafael, Tiziano, Caravaggio, etc. O museu também possui um núcleo importante de esculturas romanas e gregas. Super recomendado comprar os bilhetes de entrada com antecedência, para evitar longas filas de espera. Se você é apaixonado por arte, não pode deixar de visitar esse museu.

  1. Galleria dell’Accademia
David – Michelangelo – Galleria dell’Accademia

É o segundo museu mais visitado de Florença. Possui uma grande coleção de pinturas primitivas, mas o carro chefe são as obras de Michelangelo: os prisioneiros e o famoso David. O museu possui também uma importante coleção de instrumentos musicais que pertenceram as família Medici e aos Lorenas.

  1. Palazzo Pitti e Jardim de Boboli
Palazzo Pitti Florença
Palazzo Pitti, Florença

Construído para ser a residência da família Pitti (daí o nome), em seguida foi comprada pelos Médicis. Foi a última residência dos Médicis, depois dos Lorenas e dos Savoias, no período que Florença foi a capital da Itália. Hoje é sede de diversos museus: Galleria Palatina, Galeria de Arte Moderna, Galleria del Costume, Museu do Tesouro do Grão Duque, Museu da Porcelana.

Atrás do Palazzo Pitti, tem os Jardins Boboli, um verdadeiro parque histórico da cidade. O Jardim de Boboli é um modelo de jardim italiano cuja vasta superfície é um verdadeiro museu ao ar livre, com estátuas, grutas e fontes. Passear no seu verde e o silêncio é quase surreal.

  1. Piazzale Michelangelo
Florença
Vista do Piazzale Michelangelo – Florença

Se queres ter a melhor vista de Florença, não podes deixar de visitar o Piazzale Michelangelo. É uma grande praça dedicada a Michelangelo que foi construída no alto de uma colina, onde é possível ver a cidade do alto, um verdadeiro belvedere de Florença. É possível ir a pé, ou você pode pegar o ônibus 12 ou 13 na estação Santa Maria Novella. Do Piazzale Michelangelo você pode visitar a igreja de San Miniato al Monte e o Jardim das Rosas.

  1. Mercato Centrale (Mercado Central)

Imperdível para amantes da gastronomia florentina. Na parte térrea é um verdadeiro mercado de frutas, legumes, carnes e produtos típicos alimentares. No andar superior tem a praça de alimentação com diversos restaurantes com comidas típicas.

Se você que conhecer os tesouros de Florença acompanhados por uma guia brasileira, fale conosco. Podemos montar um roteiro personalizado para você e para sua família.


Cristiane de Oliveira

Brasileira do Rio de Janeiro, vive em Florença ha 12 anos. Apaixonada por arte, historia e bons vinhos. Guia de turismo e sommelier na Toscana.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *